David Giuntoli fala sobre o chocante final da 5ª temporada

E mais: o futuro de Nick com Adalind e os efeitos colaterais inesperados da varinha mágica

A 5ª temporada de Grimm chegou ao fim com duas horas em um episódio explosivo, cheio de ação e emocional. “The Beginning of the End” tinha tudo – de épicas cenas de luta até um momento emocionante entre Monroe e Rosalee. Certamente, o palco foi montado para uma sexta temporada dramática.

Nós conversamos com David Giuntoli, que interpreta Nick, para falar sobre o efeito colateral do pedaço de madeira milagroso em Eve (ou deveríamos dizer Juliette?), o futuro do relacionamento de Nick e Adalind, e o que ele espera ver na 6ª temporada.

ENTERTAINMENT WEEKLY: Vimos o milagroso pedaço de madeira curar Monroe e Nick, mas o efeito em Eve foi um pouco diferente. Parece que ela voltou a ter suas emoções. Devemos supor que ela voltou a ser a Juliette de novo?

Sim, para as hexenbiests, essa varinha é como a penicilina para os seres humanos. Meio que cura tudo. Parece ter curado Juliette de seus ferimentos mortais, ou que pareciam feridas mortais, e, entretanto, foi também um tipo de cura para o efeito colateral que a transformou em hexenbiest, suponho. E vemos isso com Juliette, e acho que, se esse momento tivesse acontecido em qualquer outr hora, teria sido muito mais demorado, mas estávamos para ser emboscados, então Nick não teve muito tempo para processar tudo isso. Mas isso vai voltar pra cabeça dele.

Vamos falar sobre o destino do relacionamento entre Nick e Adalind. Não só temos Juliette como uma potencial ameaça para esse relacionamento, mas há também Diana que poderia muito bem matar Nick enquanto dormia se ela não gostasse dele.

Não acho que a Diana seja má no coração. Mais uma vez, ela é um tipo de animal de circo onde ficamos surpresos se eles nos ferirem, mas não ficamos se eles fizerem malabarismos. Aquele elefante não deve estar equilibrando algo om o nariz. Quanto à Adalind, acho que Nick entende que ela foi colocada em uma situação impossível e que está sendo chantageada. E Nick não está feliz que agora ela esteja “com” Renard, mas acho que ele pode perdoá-la (Adalind).

O que você acha que estava passando pela mente do Nick no instante final do episódio quando ele e Renard  ficaram olhando um para o outro?

Vou deixar os telespectadores descobrirem isso, mas eu vou lhes dar algumas opções. Uma: Deus, Renard é sexy. Espero que isso termine com um beijo. Dois: eu vou pegar essa espada e enfia-la… o que eu disse?! Ok, dois: Vamos ter um corpo a corpo até a morte. Três: Vamos, politicamente, resolver isso.

Se Renard tentar passar para o lado da luz e ser um cara do bem de novo, a relação dele com o grupo poderia ser reparada?

Não, ele não está infectado com algum feitiço. Acho que agora Renard só quer o poder. Então, acho que seria difícil para ele voltar para o grupo, mas tudo pode acontecer em Grimm. Lembra quando Nick era um zumbi? Qualquer coisa pode acontecer.

Podemos esperar ver a Black Claw na próxima temporada?

Oh, esse grupo está acabado. Eles não virão atrás de mim novamente; Eu matei, tipo, uns 30 caras que tentaram me pegar. Agora é Renard contra Nick. Eu acho.

O que você espera ver em Nick na próxima temporada?

Nós construímos histórias ricas para todos os nossos personagens. Eu meio que espero que tenhamos algum tempo para dar um passo a frente a nossos personagens principais e se concentrar menos na Black Claw e coisas como o exterior, grupos malignos. Vamos ver o retorno de Juliette e observar as consequências disso. Os brilhantes escritores produziram este cenário em que Nick está feliz com Adalind e eles têm um filho. E como é podemos explorar isso? Não acho que é algo que deva ser encoberto. Você sabe, Monroe e Rosalee terão um filho. Esse é um belo momento. Acho que é maravilhoso. Dois wesen diferentes juntos, superando suas diferenças. E acho que é a hora de explorar tudo isso.

Como Nick reagirá se Monroe e Rosalee não o escolherem para ser o padrinho do bebê deles?

Ele discretamente ficará ressentido pelo resto da série.

FONTE: EW
Agradecimentos a Gabriel Bondarenko pela ajuda com a tradução.

Deixe seu comentário: