Entrevista Bree Turner na Comic Con 2016

Os fãs de Grimm praticamente imploraram para Rosalee (interpretada por Bree Turner) e Monroe (interpretado por Silas Weir Mitchell) terem um bebê desde quando os dois Wesen se envolveram romanticamente. E, finalmente, no final da quinta temporada, revelou-se que o casal em breve dará as boas vindas a um bebê Fuchsbau, Blutbad ou uma mistura dos dois. Durante as mesas redondas da imprensa na San Diego Comic Com 2016, Bree Turner falou sobre o que Grimmsters podem esperar pela sexta temporada e uma novidade muito aguardada para a família de Rosalee e Monroe.

Então, a próxima temporada será diferente para você, porque haverá a adição de um pequeno alguém.

Bree Turner: Uma pequena coisa felpuda. Até agora, partindo exatamente de onde paramos, a notícia acaba de ser revelada, nas cavernas, que estou grávida. Eles gostam de fazer isso para gente – de revelar as notícias de última hora em tempos terríveis. Então, vamos ver. Eu não posso imaginar a série terminar sem um bebezinho Fuchsbau na tela. É muito interessante que essa questão não foi respondida na série, então vamos ver. Eu não sei. Nós só temos três roteiros até agora e é tudo tão bonito acontecendo em tempo real, os três primeiros scripts. Não há salto no tempo. Nós estamos apenas lidando com as consequências da HW desaparecendo aos poucos e a BC conseguindo tudo, e Renard indo para o lado sombrio. Nick deveria estar morto, mas ele não está e a varinha, e Eve é Juliette? Awwww! Então, nós estamos numa espécie de negociação com várias coisas. Há muita coisa em Portland agora.

A série tem conseguido se reinventar a cada temporada. Será que também vamos ver isso na nova temporada?

Bree Turner: Sabe, eu acho que estamos na mesma trajetória que terminou a temporada a qual achei muito legal. O impacto da adrenalina nos últimos episódios da quinta temporada. Tudo ficou muito urgente; as apostas eram bem altas. Não houve enredo a ser esmuiçado. Estávamos apenas entregando, fornecendo, entregando. E eu acho que até agora estamos mantendo isso. Temos uma quantidade mais curta de episódios nesta temporada, então são menos episódios para comprimir a mesma quantidade de informações. Então acho que a urgência será mais emocionante e interessante.

Você acha que é possível um final feliz para Rosalee e Monroe?

Bree Turner: Eu acho que sim. Pode não ser em Portland. As personagens tem falado muito sobre isso no roteiro. Há muito diálogo nos três primeiros scripts sobre como Portland está muito mal para se morar. Podemos querer deixar Portland – nós não estamos seguros. Acho que Rosalee quer fugir. Acho que a pressão de trazer uma criança neste espaço desconhecido e assustador onde eles estão totalmente expostos como um casal, meio que querem viver uma vida tranquila, fazendo algo sem que outras pessoas percebam – meio que eles não querem ser os representantes de um movimento e agora eles são inimigos número um da Black Claw – Eu acho que é muito assustador para a Rosalee e o Monroe. Então, vamos ver. Talvez eles deixem a cidade e vão para Tacoma ou para algum lugar e começar uma nova vida.

Há algum nome que está sendo discutido pelos membros do elenco para o bebê?

Bree Turner: (Risos) Não, essa é uma boa pergunta. Não, não. Mas eu imagino que para o casal seria um nome antiquado e doce.

Houve discussão sobre que tipo de poderes que o bebê terá?

Bree Turner: Essa é a grande questão. Será que ele vai ser um híbrido? Será uma espécie que irá dominar? Eu não sei. Mas é bem divertido. É por isso que sendo uma série do gênero fantasia é ilimitado o que você pode fazer. Como atriz é sempre muito divertido. É como se eu pudesse ter uma segunda cabeça de repente! É como, ‘Oh sim, cresceu uma segunda cabeça em mim e isso faz sentido.’ Por isso, continua muito divertido.

Como você se sentiria se os dois se anulassem mutuamente e você acabasse com um bebê humano?

Bree Turner: Pois é, né! Eu não sei. É uma boa pergunta porque mais uma vez são interespécies misturadas como foi com Verboden em um monte de gerações e estamos dizendo: ‘Somos um casal moderno. Isso é ridículo.’

FONTE: SHOWBIZJUNKIES
Agradecimentos a Gabriel Bondarenko pela ajuda com a tradução.

Deixe seu comentário: